Turismo de observação de baleias tem início no Brasil.

Bahia, Espírito Santo e Santa Catarina são alguns dos estados onde a prática turística já começou

Já pensou em ver de perto baleias Jubartes ou Franca? Se sim, agora é o momento certo. Está aberta a temporada de observação dos animais no Brasil. Iniciada entre os meses de junho e julho, a época é propícia para a prática deste tipo de turismo, já que as baleias viajam até as águas quentes do país para se reproduzirem. O litoral dos estados da Bahia, Espírito Santo e Santa Catarina são alguns dos lugres onde os animais podem ser encontrados, inclusive as regiões contam com projetos que destacam a história e a preservação.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, pontuou a diversidade turística e natural do nosso país e destacou a importância da aliança entre preservação ambiental e turismo. “Temos um potencial náutico enorme e diverso, que inclui a observação de baleias que vem ao nosso litoral para procriar e serem um dos atrativos mais lindos do Brasil. Essa é mais uma prova de que o turismo pode ajudar e muito no desenvolvimento sustentável e nas políticas de preservação das baleias”, disse.

Em Santa Catarina, os turistas podem observar baleias nos municípios de Laguna, Imbituba e Garopaba, que compõem a Rota da Baleia Franca. De acordo com a Prefeitura Municipal de Imbituba (SC), até o meio do mês de julho, durante sobrevoo do projeto ProFranca/Instituto Australis, foram avistadas 28 baleias, quase metade do total registrado durante toda a temporada de 2020. A temporada vai até novembro e a expectativa é de que setembro seja o pico da chegada dos animais.

Em 2018, uma articulação do Ministério do Turismo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) permitiu a assinatura de uma portaria que estabeleceu normas e procedimentos para o turismo embarcado de observação de baleias. A visitação turística na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, em Santa Catarina, é feita mediante autorização prévia das embarcações de empresas regularizadas no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur), atendendo a um pleito apresentado pelo Ministério do Turismo.

Desde junho, o litoral do Espírito Santo já registra a chegada das baleias Jubartes. Além disso, a capital capixaba é a única capital do país a contar com um local dedicado ao animal marinho. No Espaço Baleia Jubarte, os turistas poderão encontrar um espaço interpretativo interno e externo com réplicas e painéis, auditório, e um espaço cultural para exposições temporárias. É de lá, também, onde sai a embarcação para a observação das Jubartes.

O litoral do sul da Bahia, também, conta com espaços destinados às baleias. A expectativa é de que mais de 4 mil animais migrem para a região e que eles fiquem até o final de outubro, período que compreende a amamentação dos filhotes e o acasalamento. Além de Salvador, a atividade turística pode ser realizada nos municípios baianos de Caravelas, Itacaré e Praia do Forte. A Bahia, ainda, é sede do maior berço reprodutivo do Oceano Atlântico Sul Ocidental, localizado no Arquipélago de Abrolhos.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat