Paraná conta com 1.434 startups, que geram mais de 12 mil empregos.

O Paraná possui atualmente 1.434 startups que geram mais de 12 mil empregos em 87 cidades, o que torna o estado um dos principais ecossistemas de inovação do Brasil. Os números do Mapeamento das Startups Paranenses 2020/2021, do Sebrae/PR, foram divulgados nessa terça-feira (09/02), em evento digital transmitido ao vivo.
Esse total representa um aumento de 39% (402 novas empresas) em relação ao último levantamento realizado em 2019. Mesmo com a pandemia, 374 novas startups foram criadas apenas em 2020, número que apresenta um crescimento contínuo desde 2015 e, sendo o maior desde 2014, quando a apuração foi iniciada. Além disso, 685 empresas (47,7%) ainda possuem menos de dois anos de operação.

“Esse crescimento expressivo demonstra o potencial do Paraná para atrair investimentos e gerar a ofertas de produtos e serviços diferenciados, mesmo em meio a uma crise. As startups são empresas que podem gerar alto impacto em todas as cadeias produtivas, o que contribui para a geração de novos empregos, renda e inovação”, destaca o diretor de Operações do Sebrae/PR, Júlio Cezar Agostini.
Nos últimos anos, o Paraná passou a ter dois unicórnios (empresas com valor de mercado de mais de US$ 1 bilhão): a plataforma de pagamentos Ebanx, em novembro de 2019, e a plataforma de venda de móveis e materiais de construção MadeiraMadeira, em janeiro de 2021. O Paraná está entre os quatro estados brasileiros com unicórnios no país, ao lado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A sétima edição do levantamento feito pelo Sebrae/PR anualmente para mapear o ecossistema de inovação paranaense, contou com a participação de representantes de 1.434 startups para o levantamento, entre os dias 5 e 27 de novembro de 2020. O estudo completo pode ser conferido neste link (https://www.sebraepr.com.br/startup-mapeamento/).

Setores
Especialmente por conta da preocupação com a saúde, foram criadas 35 novas startups de saúde e bem-estar em 2020. O setor, que conta com 121 empresas, é o segundo com mais startups no estado, perdendo apenas para aquelas relacionadas ao agronegócio, com 141. Ao todo, as startups estão divididas em 28 verticais e segmentos, além da categoria “outros”.

Localização
Em relação à localização, o estudo apontou que Curitiba é a cidade com mais startups, com 422; seguido de Londrina, com 180; Pato Branco, com 126; Maringá, com 105; e Cascavel, com 89. O estudo aponta ainda que cerca de dois terços do total de startups não estão na capital ou próximas a ela, com destaques para as regiões Norte e Sul do estado. Ao todo, 87 dos 399 municípios paranaenses registaram pelo menos uma startup.

Fonte: Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat